Conservação e armazenamento da insulina - Unimed-BH

Você sabia?

A organização Mundial da Saúde (OMS) instituiu o dia 28 de maio como o Dia Internacional de Ação pela Saúde da Mulher.

Alô Saúde

LIGUE 4020-4020

Com o Alô Saúde você tem um médico por perto 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

 

Conheça a Estrutura de Atendimento


A Unimed-BH oferece a maior rede de laboratórios, clínicas e hospitais credenciados da Grande BH.

Conservação e armazenamento da insulina


 

Conservar adequadamente a insulina e tão importante quanto administrá-la corretamente, na dosagem, horário e maneira prescrita pelo médico. A qualidade da insulina utilizada influencia o resultado do tratamento. Fique atento às dicas:

Na hora da compra

  • Escolha um estabelecimento de confiança e observe se o material é conservado em local adequado e limpo, com boa higienização.
  • Quanto à apresentação no frasco, verifique se há partículas boiando e observe a cor da insulina (a insulina Regular é límpida e a NP é turva).
  • Confira sempre o prazo de validade.

Em casa

  • Guarde a insulina na parte baixa ou na porta da geladeira.
  • Coloque rótulo com a data de abertura no frasco aberto, para controle de validade.
  • Frascos de insulina mantidos em temperatura ambiente (local fresco e seco) devem ser utilizados em, no máximo, 30 dias. Depois disso perdem capacidade de ação.
  • A insulina não pode ficar exposta à luz direta do sol e não pode atingir temperaturas abaixo de 2°C ou acima de 30°C.
  • A presença de grumos, cristais ou agregados indica que a insulina está inadequada para consumo ou desnaturada. Isso ocorre quando ela é manipulada inadequadamente (por exemplo, muito sacudida) ou guardada em temperaturas impróprias. Descarte-a.

Dicas

  • Se você utilizar dispositivo em forma de caneta para aplicação ou agulhas menores (5mm), não precisa fazer a prega cutânea.
  • É importante fazer rodízio dos locais de aplicação para evitar problemas na pele.
  • O relaxamento muscular e a tranqüilidade na hora da aplicação ajudam muito a
    minimizar o desconforto;
  • Nunca use seringa ou agulha utilizada por outra pessoa;
  • Não reutilizar seringas e agulhas;
  • O uso de insulina gelada (aquela que é mantida na geladeira) pode causar um
    desconforto no momento da aplicação. Para evitá-lo, coloque a insulina na seringa e aqueça-a entre as mãos com suaves movimentos rotativos.
  • A absorção adequada da insulina depende do local da aplicação. Ela é absorvida mais rapidamente quando aplicada nas coxas, nádegas e abdome (nesta ordem).
  • Quando aplicada nos braços, sua absorção é mais lenta.
  • A temperatura do corpo, a dieta, o exercício e o nível de estresse podem afetar
    a absorção da insulina. Por isso, fique atento ao controle da sua glicemia.
  • Para jogar agulhas e seringas fora, tome o cuidado de encapar a agulha antes.
  • De preferência, coloque este material em uma caixa rígida (papelão ou plástico mais grosso) para evitar acidentes.

Fique atento

  • Durante uma viagem é importante manter a temperatura da insulina. Você pode utilizar uma caixa de isopor, bolsa térmica ou refrigerador portátil. Mas a insulina não pode congelar nem ficar em contato direto com gelo.
  • Leve um número maior de seringas e não se esqueça de levar o seu glicosímetro;
  • Observe se a cidade de destino possui a insulina que você usa. Se não, adquira os frascos de insulina necessários para o uso e providencie meios adequados para a conservação durante toda temporada que estiver fora.
Minimizar
Fale Conosco   |   Atendimento On-line   |   Unidisk: 08000 30 30 03   |   Críticas e Sugestões   |  Reajustes   |   Política de Privacidade
ANS