Urgência e Emergência - Unimed-BH

Central do Cliente

Alô Saúde

LIGUE 4020-4020

Com o Alô Saúde você tem um médico por perto 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

 

Conheça a Estrutura de Atendimento


A Unimed-BH oferece a maior rede de laboratórios, clínicas e hospitais credenciados da Grande BH.

Urgência e Emergência

Você sabia que, embora sejam muitas vezes usados como sinônimos, os termos urgência e emergência não significam a mesma coisa?

Emergência é todo caso em que há ameaça iminente à vida, sofrimento intenso ou risco de lesão permanente, havendo necessidade de tratamento médico imediato. Alguns exemplos de emergências são a parada cardiorrespiratória, hemorragias volumosas e infartos que podem levar a danos irreversíveis e até ao óbito.

Urgência é uma situação que requer assistência rápida, no menor tempo possível, a fim de evitar complicações e sofrimento.  São exemplos de urgência: dores abdominais agudas e cólicas renais.

A avaliação sobre o que é emergência e o que é urgência é feita no momento da triagem médica, quando se avalia o quadro, os potenciais riscos, a dor e o sofrimento do paciente. Nos Pronto-Atendimentos e Pronto-Socorro da Unimed-BH essa classificação é feita com o apoio do Protocolo de Manchester, um processo dinâmico de identificação dos clientes que necessitam de tratamento imediato. Ele permite identificar e priorizar os quadros mais graves, atendendo-os primeiro. Quando mais grave for a situação do paciente, mais rapidamente ele será atendido, independente da ordem de chegada. Quando se trata de urgência e, principalmente, de emergência, tempo é vida. O Protocolo de Manchester trabalha com seis situações:

  •     

    Emergência

        

    Paciente precisa de atendimento imediato, pois existe risco de morte.

  •     

    Muito urgente

        

    Paciente precisa de atendimento rápido.

  •     

    Urgente

        

    Paciente necessita de atendimento, mas ele não é considerado de emergência e pode aguardar o atendimento dos casos mais graves.

  •     

    Pouco urgente

        

    É o caso menos grave, de pacientes que precisam de atendimento médico, mas poderiam ser assistidos no consultório.

  •     

    Não urgente

        

    É o caso de menor complexidade e sem ligação com problemas recentes. Preferencialmente, deve ser acompanhado no consultório médico.

  •     

    Aguarde chamada

        

    Indica que a classificação de risco não está sendo realizada e deve-se aguardar a chamada do profissional de saúde.

Minimizar
Fale Conosco   |   Atendimento On-line   |   Unidisk: 08000 30 30 03   |   Críticas e Sugestões   |  Reajustes   |   Política de Privacidade
ANS

Marque sua Consulta